13 de mai de 2015

"coisas belas são difíceis"

táxi no aterro.

- tá voltando ou tá indo?
...
- não sei.

24 de jan de 2015

r.

a ressaca
o café
uma stella artois para dois.



old habits die hard...

jöel

sofá: as pernas tocam-se levemente e os olhares paralelos.
- então, eu acho que vou pra casa...

os passarinhos que guardam a estante tremulavam no ritmo
da toalha azul de margaridas e mamões.

e tudo mantinha-se suspenso.

3 de nov de 2014

[ ]



you might win some but you really lost one
you just lost one, it's so silly how come
when it's all done did you really gain from
what you done done, it's so silly how come
you just lost one 



cabisbaixo olhar fixo na cerveja apoiada no calcanhar. 
sorriu.

- o que foi?
- eu tô feliz.


18 de out de 2013

chatroulette III

- fala alguma coisa, kênia!
mão sobre o meu joelho enquanto espera.

(déjà vu da existência)

- e as manifestações?...
me passa o beck e ganhei cinco minutos.

2 de set de 2013

chatroulette II

pediu para encontrá-lo na portaria.
tudo bem? err... não quer subir?
trouxe no elevador um vinho
branco e suave. pode ser?
sem rolha, é?... Ok.




26 de ago de 2013

chatroulette I

tinha seu quê de johnny sins
- fora os dentes separados, 
o cordão de surfista 
e o corpo miúdo.

fumando entre as palavras,

explicou a etiqueta dos encontros
e o sistema de turno da loja em que vendia,
convencido de que ambos funcionavam.

(...)


dias depois materializou-se em praça:

chegou-se, banco a banco, no limiar
seguro das pessoas desconhecidas.